A cidade em movimento: vida quotidiana, afetividades incorporadas e redes topológicas

Resumo: A questão principal deste artigo é a seguinte: como estudar a dimensão espacial da cidade e da vida urbana? Antes de apresentar um estudo de caso, estas páginas desenvolvem uma abordagem teórica e metodológica para abordar o caso das grandes cidades. O objetivo principal é oferecer uma abordagem multidimensional e fundamentada à construção social da cidade em movimento. A primeira parte analisa os diferentes aspectos da perspetiva da cidade como espaço de movimento. A segunda parte analisa a componente das práticas espaciais e da subjetividade integradas nesta conceção da cidade como espaço de movimento. A terceira secção aborda as afectividades e a corporeidade da cidade em movimento. Posteriormente, a perspetiva situacional e as redes topológicas são apresentadas como formas de apreensão de fragmentos densos do urbano que integram o que foi proposto nas secções anteriores. Para finalizar, algumas reflexões finais que evidenciam tanto as potencialidades desta abordagem como as suas limitações. Acesse o artigo aqui:

 

ANO

2017

AUTORES

Alicia Lindón

EDITORES

Inmediaciones de la Comunicación