Arte no estaleiro – Guimarães

Pode um espaço tão transitório como um estaleiro de obras ser um espaço para a atividade artística? De acordo com a reportagem do Público, sim. O projeto, que está em curso em Guimarães, pega nos objetos quotidianos de uma obra (pás, máscaras, entulho) e transforma-os em arte, no próprio local. Algo que começou no Brasil, com a plataforma Mestres da Obra, e que agora está a ser experimentado em Portugal.