Uma gramática para olhar o mundo: entrevista com o artista Barış Doğrusöz

A exposição “Locus of Power” do videoartista turco Barış Doğrusöz tem como objetivo examinar a cultura, bem como a história econômica e política da antiga cidade localizada em Deir ez-Zor, atual Síria.

A instalação multimídia aborda a estética das ruínas, a representação e a releitura do discurso colonial. Além disso, procura reconstruir e interpretar dados que definem a memória coletiva através da exploração de lugares, temporalidades e sistemas que configuram a narrativa da história.

Em entrevista ao ArtForum, o artista expõe uma gramática de olhar para o mundo e as férteis relações que a arte pode ter com o trabalho de memória local, uma vez que esta pode ser uma forma de protesto contra a amnésia e um apagamento da história.

Leia mais aqui.