‘Somos pinturas de Edward Hopper agora’: ele é o artista da época do Coronavírus?

Conhecido por suas pinturas que relatam paisagens urbanas desertas e pessoas isoladas, o pintor americano retratou em suas obras de arte a solidão e a alienação da vida moderna. Segundo Jonathan Jones, a pandemia do Coronavírus ressignificou o trabalho do pintor. “É como se todos nós existíssemos dentro de uma pintura de Edward Hopper, de acordo com uma compilação de quadros do pintor que circula nas redes sociais”, ressalta Jones. Neste momento estamos friamente afastados uns dos outros, sentados em nossas varandas ou observando cidades vazias de nossas janelas solitárias. Se realmente estamos vivendo em pinturas de Edward Hooper, a crise de solidão pode ser iminente durante o isolamento social.