Protesto em forma de arte em Mianmar

Alguns artistas em Mianmar estão saindo às ruas para protestar contra o recente golpe do exército ocorrido no país. Desde o golpe de 1º de fevereiro, os artistas que fazem parte do Movimento de Desobediência Civil (MDL) marcharam nas ruas com cartazes desenhados à mão.

Projeções visuais foram criadas e veiculadas ao longo de toda a cidade. Fez-se arte e vídeos que foram postados nas redes sociais. Grafitti pintados com spray zombando do líder golpista, general Min Aung Hlaing, iluminaram o exterior de um edifício com símbolos de protesto.

O objetivo de protestar usando a arte é explicado pelo designer gráfico Ko Kyaw Nanda: “se olharmos para a história de resistência em Mianmar, éramos bastante agressivos e conflituosos, havia, inclusive, derramamento de sangue. Com essa nova abordagem, pode ser menos arriscado para as pessoas, e, assim, um número maior de participantes pode aderir”.

Leia mais sobre o tema no artigo do ArtForum e do ArtNet News.