Bernardino, G. O. S. (2020). Terceiras margens da cidade: a experiência do povo de rua

“Partindo de experiências etnográficas vividas junto a dois interlocutores que fazem das ruas da cidade de São Paulo suas moradas (Claudemir, situado na famosa Rua Augusta e Zé, que se estabeleceu nos arredores do Metrô Santo Amaro), esse artigo pretende fomentar o debate sobre as singularidades da prática etnográfica no universo das ruas, mas, principalmente, refletir sobre as construções diferenciais de significados que aparecem nesses “outros lugares” da cidade. Utilizando-se de uma perspectiva teórica foucaultiana, unida às contribuições de Walter Benjamin e Georg Simmel, a análise enfatiza as distintas possibilidades de perceber essas vidas em outras chaves que não ligadas apenas à repressão, reparando os sujeitos em questão não à margem da sociedade, mas sim em uma espécie de “terceira margem” da urbe”.

Disponível para leitura aqui.

  • Bernardino, G. O. S. (2020). Terceiras margens da cidade: a experiência do povo de rua. Ponto Urbe, 27, 1-13. DOI: 10.4000/pontourbe.9292

ANO

2020

AUTORES

Giovanna Olinda dos Santos Bernardino

EDITORES

Ponto Urbe