Miguel Bandeira

Miguel  Sopas  de  Melo Bandeira é doutor com agregação pelo Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade do Minho (2002/2015); Mestre pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1993) e Licenciado em Geografia pela Universidade do Porto, com especialidade em técnicas de ordenamento e planeamento do território (1982). Tem desenvolvido docência e investigação no domínio do Urbanismo, Estudos Culturais; Arquitectura; História Moderna e Contemporânea; e, Património Natural e Cultural. Foi Presidente do ICS (2010- 2013) e vice-Presidente (2003-2010). Autor de diversas publicações nacionais e internacionais. Foi dirigente da ASPA- Associação de Defesa do Património durante mais de 20 anos, da qual foi ainda seu Presidente.

É Investigador do Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território (CEGOT) e associado do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho (CECS). Ex-Secretário Geral da Fundação CEER-Centro de Estudos Euro regionais Norte de Portugal/Galiza (CEER).

É Professor Associado com Agregação no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho (ICS). Atualmente exerce o cargo público de Vereador no Município de Braga (desde 2013) com os pelouros da Regeneração Urbana, Património, Relação com as Universidades, Urbanismo, Planeamento, Ordenamento e Mobilidade. É Presidente do Conselho de Administração da BragaHabit E.M. (desde 2013).

É membro da Direção da Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico e foi membro do Conselho Diretivo da Associação Portuguesa de Habitação Municipal. Sendo ainda curador da Fundação Bracara Augusta e membro da direção do Centro de Estudos Lusíadas da UMinho. Exerce ainda diversos cargos sociais e institucionais na esfera de diversas Instituições e Empresas Municipais (Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, Theatro Circo, e Transportes Urbanos de Braga). Presidente da Autoridade Municipal de Transportes de Braga, Vice-Presidente do Conselho Estratégico para a Regeneração Patrimonial e Urbana, e membro da Assembleia Geral da associação de fins específicos – “Quadrilátero Urbano” (Barcelos, Braga, Guimarães, e V. N. Famalicão).