Albertino Gonçalves

Doutorado em Sociologia, em 1994, é Professor Associado com Agregação na Universidade do Minho. Ensina e investiga em sociologia da cultura e da arte, entre a sua obra constam as publicações Impactos Económicos e Sociais. Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura (com Rui Vieira de Castro, Francisco Carballo-Cruz, João Cerejeira e Luís Amaral, 2013); A Idade de ouro do postal ilustrado em Viana do Castelo (2011) e Vertigens. Para uma sociologia da perversidade (2009).

Entre outras atividades de extensão comunitária, coordenou a avaliação do impacto cultural de Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura, a criação do Espaço Memória e Fronteira, em Melgaço eo Projeto Dar Vida às Letras, na Comunidade Intermunicipal do Vale do Minho, entre outras.

É dinamizador do blogue Tendências do Imaginário.