Festival de graffiti na Rússia Ocidental

Um projeto de graffiti na Rússia Ocidental foi concluído após 8 anos. Nos dias 11 e 12 de julho, Arkhangelsk passou por um festival de graffiti (sem convidados, sem nome oficial). O mural, ao longo dos anos, recebeu contribuição de todos os writters que passaram por lá. De acordo com o Street Art News, esse é o reflexo de algo muito maior do que uma simples parede pintada. Tornou-se um marco na cultura do graffiti regional e da liberdade de expressão.

Em consonância às ideias do pesquisador Ricardo Campos (2009), compreende-se que “a grande metrópole tem acolhido o graffiti como elemento indissociável da sua paisagem, uma marca dos tempos, um reflexo dos diferentes actores que habitam os vastos espaços urbanos. Actualmente o graffiti pode ser entendido como um sinal da urbanidade contemporânea, da globalização cultural e da intensificação dos circuitos de comunicação mas, igualmente, como o resultado local da inventividade das culturas juvenis e da capacidade dos diferentes actores para agirem na epiderme da sua cidade“.

É possível ver mais imagens do festival e um vídeo sobre o projeto aqui.