The Berlin wall is now a “ghost” – Diane Meyer embroiders it to reveal it

Sorry, this entry is only available in European Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

“Durante sete anos, Diane Meyer andou a bordar o muro de Berlim. Percorreu integralmente os 155 quilómetros do antigo traçado, tanto no centro da capital alemã como nos subúrbios, e fotografou o que viu. Depois, meticulosamente, bordou parte das imagens — uma das suas assinaturas artísticas—, como quem lhes cola pixels. Como que a incluir o digital no analógico. Em muitas delas, essa secção assinala o local exacto onde antes existia uma barreira.” | Mais Informações