“Diablos” dançam pelo fim da pandemia

Declarados em 2012 como património imaterial pela UNESCO, os Diablos Danzantes fazem parte da tradição cultural da Venezuela. A sua história remonta ao século XIII e, desde então, é resgatada anualmente na altura do Corpus Christi.

A tradição envolve o uso de máscaras, vestimentas específicas e outros símbolos. Trata-se de uma comemoração da vitória do bem sobre o mal.

Neste ano de 2021, entretanto, o evento passou por uma adaptação. Por baixo de cada traje, uma pessoa com máscara. Além disso, ao ocupar o espaço público para os festejos, a pandemia Covid-19 foi incluída nessa luta cultural pelo bem.

Outras fotografias do evento estão disponíveis aqui.