Banksy invade as ruas de Paris com obras sobre a crise migratória

“Várias obras de arte urbana que foram identificadas ao longo dos últimos dias nas ruas de Paris são da autoria, ao que parece, a Banksy, artista britânico de Bristol (cuja identidade permanece envolta em mistério) cuja obra assume tradicionalmente um teor político.

Até ao momento, foram contabilizados oito murais na capital francesa. Abordam a crise migratória e a questão dos refugiados na Europa, assim como o racismo e o anti-semitismo, questões na ordem do dia, e caras ao Presidente francês Emmanuel Macron (e que, no caso da crise migratória, levaram os líderes europeus a reunirem-se, no domingo, numa minicimeira informal).

As obras têm sido atribuídas a Banksy, que o diário francês L’Humanité apelida de “artivista” (uma junção de activista e artista). Nicolas Laugero Lasserre, director da publicação francesa de arte Artistik Rezo, afirmou que “é uma oportunidade extraordinária” ter o artista em Paris. “Como sempre, as suas intervenções chegam num momento político chave, exortando os cidadãos e o governo a mudar o paradigma da questão migratória”, esclareceu”. Mais informações