1 Sep, 2021

Bairro da Jamaica em exposição no MAAT

O bairro da Jamaica, no Seixal, remonta à década de 1980. O local foi ocupado por diversas famílias portuguesas e imigrantes de São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Cabo Verde, após a falência da empresa que detinha o terreno.

Recentemente, ganhou espaço no MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia), na instalação Model of Jamaika, resultado de uma colaboração entre o fotógrafo José Sarmento Matos, o arquiteto Paulo Moreira, o Chão – Oficina de Etnografia Urbana, Kid Robinn e os moradores do local.

A instalação conta com uma reprodução do bairro em miniatura, com fotografias, uma cronologia da história do bairro e um vídeo, realizado por habitantes locais, que relata o quotidiano dos moradores. Ao fundo, o tema “Perspetiva”, de Kid Robinn – nascido e criado no local –, serve de banda sonora.

A iniciativa faz parte de um dos nove projetos da exposição “X não é um país pequeno — Desvendar a era pós-global” que tem lugar no MAAT, em Lisboa, até setembro de 2021.

Mais informações.