A cidade dos corpos

Corpo, juventude e suas expressões.

Posters com imagens fotografadas pelo designer de moda Miguel Flor preenchem a cidade de Lisboa. Para o fotógrafo, o seu trabalho procura representar, através das paredes citadinas, o apetite e o simples erotismo quotidiano da juventude. O local de exibição, o espaço urbano, faz sentido, na sua opinião, pelo facto de dar visibilidade e entregar à cidade o que já faz parte dela: os corpos. Em contrapartida, devolve aos passeantes a oportunidade de notarem e refletirem sobre si.

Numa busca por conferir visibilidade à cultura erótica associada aos jovens, Miguel Flor começou a desenvolver, a partir de 2017, o projeto fotográfico Boys Appetite, tendo como primeiro resultado um projeto editorial.

Na continuidade do trabalho levado a cabo, a rua passou a desempenhar o papel de galeria. Esse pensamento teve início no festival Walk&Talk, realizado no espaço urbano de Ponta Delgada e Açores. Após isso, o trabalho, utilizando as cidades e as suas ruas como um medium, expandiu a fronteira para Lisboa.

Leia mais aqui.